A Rainha Vermelha, Victoria Aveyard [RESENHA]

29.6.16

Hi :)

Você é o tipo de leitor que gosta de distopias e histórias de pessoas com poderes sobrenaturais e grandes reviravoltas? Então precisa ler essa resenha até o final porque A Rainha Vermelha é o livro perfeito para você. É uma distopia lançada em 2015 com mais 3 livros sequenciais.  
   
O mundo é dividido em dois sangues: Prateado e Vermelho. Os Prateados são a elite e possuem poderes, cada qual pertencente a uma família, alguns controlam a água, outros os animais e os elementos da natureza, há também os que controlam metais etc. Já a família real controla o fogo. 
Por outro lado, os Vermelhos representam os plebeus, são totalmente inferiorizados por não possuírem poderes e trabalham para os Prateados.  
A história se passa em um vilarejo vermelho e é narrada por Mare Barrow, uma vermelha com 17 anos, que rouba para ajudar sua família. 
Uma coisa acontece com seu melhor amigo, Kilorn, um órfão que ela sempre cuidou como um irmão, e Mare precisa fazer o possível para salvá-lo. Até que no meio disso tudo é levada para trabalhar no palácio, o que acarretará em uma ENORME reviravolta. Mare é obrigada a crescer, está no meio das pessoas que mais odeia: nobres prateados, pessoas que sempre sacrificaram seu povo. Lá descobrirá muitas coisas que podem ocasionar uma revolução. Porém, nem tudo são flores, Mare aprende da forma mais dura possível a lição "todo mundo trai todo mundo".  

A Rainha Vermelha te prende até o final e te deixa com vontade de matar alguns personagens, além de deixar um vazio no seu coração no final (ei, calma, não desanime por isso, leia, por favor, é uma ordem). 
Victoria Aveyard, escritora da obra.


Escrito por: Taets

You Might Also Like

0 comentários

Postagens Populares

Curta nossa página no Facebook