Os 12 signos de Valentina [RESENHA + ENTREVISTA]

24.9.17


 Hi :) 
Queridos leitores, só posso dizer uma coisa sobre a conclusão desse livro: APENAS LEIAM!! A história te prende do início ao fim. Impossível não se apaixonar pela louquinha da Isadora Mônaco e sua confusão astral. O livro veio do Wattpad e foi escrito pela ariana Raissa Tavares, mais conhecida por Ray. Sem mais delongas, vamos a tão esperada resenha. 


Isadora Mônaco tem 22 anos e já passou por muitos baques da vida,  como o término do seu namoro de 6 anos com o Lucas. Após meses trancada no quarto em uma depressão interminável, sua prima consegue – finalmente – levantá-la da cama e levá-la para sair. Nesse passeio ela cruza com uma senhora que explica o tão esperado grande motivo para seu relacionamento não ter dado certo: a Isa é de Libras e o Lucas de Peixes, e eles se encontravam no fenômeno chamado "inferno astral". 
Por fim, a Isa entendeu o motivo e decidiu (tentar) começar a viver a sua vida, e viu a oportunidade perfeita quando precisou apresentar um trabalho online para seu curso de jornalismo na USP. Seu professor mandou cada um criar um blog e debater sobre qualquer assunto de interesse do aluno. Então ela cria o blog Os 12 Signos de Valentina, não revelando seu verdadeiro nome e usando "Valentina" como pseudônimo. O blog falará sobre signos, só que de uma maneira digamos que... pouco convencional. Ué, como assim? A Isa basicamente passará o rodo no zodíaco. Isso mesmo que você leu. Ela ficará com 12 garotos de cada signo e escreverá sobre sua experiência pessoal com eles. 
Cheia de confusões embaraçosas e engraçadas, a narrativa é única e contagiante, além de super viciante. 

 A Ray topou dar uma entrevista para o blog (YAY). Se vocês estão nervosos e felizes, imaginem eu! 
Primeiramente, Ray, eu te venero por ter criado uma história tão original e legal ao mesmo tempo. Foi bem difícil não me apaixonar por cada signo do zodíaco, confesso. Então vamos lá!  

All Cardigan: Seus personagens são lindos e originais, queria saber qual foi sua principal inspiração para criá-los.  

Ray: muito obrigada pelo elogio aos meus personagens! Hahahahaha. Cara, eu honestamente não sei te dizer uma inspiração específica, sabe? Eu nunca tenho o personagem 100% formado antes de começar uma história, eu sei o básico sobre ele e, conforme vou escrevendo, ele vai tomando forma. Andrei, por exemplo, quando comecei eu tinha comigo que ele seria um mocinho bacana e nerd, mas o Andrei se tornou muito mais do que só isso ao final de Os 12 Signos de Valentina. Acho que tenho uma inspiração inicial e eles vão se tornando reais ao longo da jornada. 

All Cardigan: De onde surgiu a Valentina e toda a viagem dos signos do zodíaco?  

Ray: eu sempre adorei signos, sempre adorei escrever, aí um dia eu pensei: por que não juntar os dois? Hahahaha. Eu acho que veio mais de uma vontade de mostrar aos outros como a astrologia é divertida, mas que ninguém pode basear a própria vida apenas nisso. 


All Cardigan: Eu particularmente amei o desfecho da história, mas é possível que haja uma continuação ou um spin-off com algum personagem do livro? 

Ray: já rola um spin-off com o irmão do Andrei no Wattpad; a história se chama Carta aos Astros. Sobre uma continuação de livro físico, eu não posso dizer nunca, mas não está nos meus planos. 

All Cardigan: Alguma vez você já chegou a imaginar que Os 12 Signos de Valentina alcançaria tanto sucesso assim? Como tem se sentido nesse processo?  

Ray: eu sempre fui muito otimista e sonhadora, então não posso mentir e dizer que não sonhava com isso. Mas sonhar e acontecer são coisas completamente diferentes, porque, conforme vai rolando, você meio que não percebe que aquele sonho de anos está se tornando realidade, você vai seguindo o processo e dando o seu melhor para as coisas saírem bem, e quando você vê, está segundo o seu primeiro livro e chorando (baseado em fatos reais). Acho que eu tenho me sentido em uma montanha-russa que só sobe - espero que ela não resolva descer, hahahaha. 

All Cardigan: Qual é o seu Paraíso e Inferno Astral? 

Ray: meu paraíso astral é Leão, meu complementar é Libra e meu inferno astral é Peixes. 

All Cardigan: Ray, agora me explica esse seu grande amor por unicórnios. 

Ray: hahahahaha. Cara, eu amo a simbologia dos unicórnios, aquela coisa da pureza, da ingenuidade. Eu sou muito ingênua, então gosto de saber que existe uma criatura mística que se relacionaria comigo. Acho que as pessoas perdem a inocência muito cedo, que querem demais mostrar que são espertas e malandras, e eu nunca almejei ser assim. Eu gosto de acreditar nas pessoas e no mundo. Acho que os unicórnios me passam a sensação de que eu não estou errada por pensar assim. Mas eu sei que eles não existem - pelo menos não nos dias de hoje. 

All Cardigan: O meu maior sonho é me tornar escritora, e seu exemplo também foi uma grande inspiração para mim, algum conselho de vida para nós, meros mortais sonhadores da escrita e do reconhecimento?  

Ray: cara, é difícil dar um conselho, porque cada trajetória é diferente, sabe? Eu não posso te dizer para postar no Wattpad, ou fazer um textão no Facebook, porque sua carreira como escritora sempre vai ser diferente da minha. Mas o que eu posso dizer é que sucesso é uma combinação de esforço, talento e sorte. Não adianta nada uma super oportunidade aparecer e você não estar preparado porque ficou sentado esperando ela acontecer e não treinou a sua escrita. Então se dedique a ser a melhor escritora que você puder, porque, quando a oportunidade bater na porta, você vai conseguir estar à altura dela. 

All Cardigan: Você tem algum novo projeto em mente? Ou talvez saia mais um livro físico de uma das suas histórias do Wattpad 

Ray: sim! Em 2018 tenho dois livros planejados, o primeiro vai ser um conto sobre Robin Hood em um livro com Fernanda Young, Pam Gonçalves e Laura Conrado. O segundo é um livro solo sobre friendzone e como sair dela! Fiquem de olho nas minhas redes sociais para acompanhar as novidades! 

All Cardigan: Se pudesse escolher entre beijar Josh Hutcherson ou Andrei Neves, quem escolheria e por quê? 

Ray: Andrei Neves, obviamente. Acho que porque ele é um pouco do que eu acho que deveria ser essencial em um homem. 

All Cardigan: A última pergunta é importantíssima e não podia mesmo faltar: Ted e Robin ou Barney e Robin? 

Ray Tavares: amo os dois casais, mas Ted e Robin tem mais profundidade. 

A entrevista foi essa, pessoal, espero que tenham gostado e dado pulinhos comigo!  
Beijos estrelados :P 
 
     
Escrito por: Taets

You Might Also Like

0 comentários

Postagens Populares

Curta nossa página no Facebook